13.12.06

músicas que não aguento mais ouvir (parte 1)













cocain, eric clapton

satisfaction, rolling stones

i fell good, james brown

imagine, john lennon

we are the champions, queen

is this love, whitesnake

sweet child o´mine, guns n´roses

7.12.06

éclair que eu vou comer

nada melhor do que sair correndo de uma reunião, com fome, atrasada, sem tempo para o almoço e ver na sua frente uma doceira dulca. para quem quiser conferir uma das lojas, eu sugiro, para começar, a coxinha de frango. ao contrário de muitas que comemos por aí, ela tem a ave desfiada dentro. de sobremesa, a bomba de chocolate é o que há- para mim a melhor da cidade. uma massa fina, um super creme de chocolate dentro e uma casquinha de glacê (durinha na medida). hummm...o mais puro prazer em forma de doce.

6.12.06

seeking for some ass

eles sempre abrem a porta do elevador para você?

eles sempre te dão passagem?

eles sempre deixam você subir a escada na frente?

não, você não tem a sorte de encontrar homens gentis no seu caminho. eles só querem que você vá na frente para dar aquela checadinha na sua buzanfa.

1.12.06

qualquer semelhança...


nem queria falar nada porque algumas "dicas" (na verdade, tirações de sarro em quadrinhos) até que lembram um pouquinho nói, mas a número 1 das "dez dicas para não fazer um blog"...

hehe

as cinco primeiras aqui e as restantes aqui.

29.11.06

dar ou não dar?

uma dúvida que sempre tenho quando vou ao banheiro da firma é se aqueles puns pré-xixi são permitidos.
tudo bem, você está lá no seu box, mas o problema é que todo mundo vai ouvir. num shopping ou na rodoviária, tudo bem. mas sair do box com aquela cara de "fui quem fiz" e ainda ter que dar oi para sua colega de andar que lava a mão na pia, é bem chato.
ou será que estou exagerando?
hoje ouvi uma pessoa peidando muito na privada ao meu lado. em seguida, ouvi o jatinho da urina. esperei ela sair para eu sair, com receio de que ela se sentisse constrangida. mas depois fiquei pensando que, se coco pode, porque peido incomoda tanto a gente ou, no mínimo, dá aquela vontade de rir?

vale lembrar que coco pode, desde que o banheiro seja grande e/ou tenha alguma janela. e devemos sempre usar a técnica que eu e a xita conhecemos: dar descarga logo que o bicho sai para que o cheiro não espalhe pelo ambiente.

28.11.06

bad hair day

pois é....tem dia que não há creme leave-in, gel ou mandinga que faça um cabelo enrolado ficar bom. hoje foi assim com o meu, que resolveu me desobedecer. acontece...e logo hoje que coloquei uma bermudinha jeans rasgada e um coturno, tô me sentindo o próprio marty friedman (o último à direita nesta foto), guitarrista do megadeth, na época em que ele tinha longas madeixas e uma franjinha enrolada super style. tirando este detalhe, que não ouso copiar, estamos iguais.

22.11.06

sabbatical dolls

fiquei triste com a notícia que a betinha me deu hoje cedo. o rodrigo, que faz as sabbatical dolls (essas bonecas aí do lado) está deixando são paulo. as tardes de domingo na paulista nunca mais serão as mesmas. pelo menos, dá pra encomendar por aqui: sabbaticaldolls@hotmail.com
i.n.g.-健健美MV

xhuxha noooo

9.11.06

mas será o benedito?

depois da polêmica da missa (leia-se show) em que o padre marcelo cobraria R$ 2 pelo “ingresso-doação”, que pretendia reunir 400 mil católicos no autódromo de interlagos, a mais nova da igreja é o calendário do papa. sim, o pontífice, de 79 anos, posou para a revista popular famiglia cristiana, e pretende vender as folhinhas por 5, além do valor normal da publicação, de 1,95 euro. todas as fotos foram tiradas na casa de verão do pope (em castelgandolfo, ao sul de roma).

7.11.06

Não jogou limpo, tá fichado!

me surpreendo, diariamente, com as facilidades que a internet oferece, e ontem não foi diferente. entre tanta informação cibernética, um site criado para a mulherada dividir as decepções e revoltas amorosas, através de um sistema de postagem de dados e fotos dos canalhas de sempre. é simples: basta clicar em “procurar palhaço” para ver se seu sapo está na lista, ou então, em “denuncie aqui” pra ver se ele deixa de ser palhaço.

25.10.06

sai da minha frente, franja!

passo 1 - se olhar no espelho, e não gostar nada do que vê
passo 2 - assumir que o cabelo é sempre a melhor vítima
passo 3 - não ter o que gastar na cabelaria
passo 4 - querer mudar o visual ontem
passo 5 - ter tesoura (qualquer uma) em casa
passo 6 - lembrar que depois dos 20 você já teve franja mais de 10 vezes
passo 7 - molhar a parte da frente dos cabelos
passo 8 - achar ótimo não querer tudo bem retinho
passo 9 - ter grampinhos para qualquer coisa...
passo 10 - secar, esperar a testa ficar amiga dos fios, e ter certeza de que isso foi a melhor coisa que você fez no dia!!

23.10.06

feia, você? não pode ser...

pago um pau pra tudo que diz respeito a ela: a boca, o cabelo, o corpo, as tattoos, o marido. mas olha como a angelina jolie está menos linda na foto ao lado. graças à produção do novo longa que ela roda na índia. o filme se chama 'a mighty heart' e contará a vida do repórter do wall street journal, seqüestrado no paquistão e morto durante apuração para uma reportagem sobre as consequências dos ataques de 11 de setembro. ela faz a mulher dele, que tem exatamente este style. e acho que para ficar mais parecida ainda com uma mortal, afinaram o beição dela também.

20.10.06

photoshopada básica

aquelas propagandas da dove com gordinhas nunca caíram no meu gosto. mas vi um vídeo deles que acho que vale a pena a mulherada ver. não que mostre algo que já não sabemos. mas pode servir de consolo para aqueles dias em que nos achamos a feia do ano. ele mostra como uma normal pode virar a gata do outdoor. é...a equação maquiagem + cabelo + photoshop é tudo na vida de uma modelo. olha lá.

11.10.06

to beat or not to beat?

a relação com a margarina é inversamente proporcional. tem na versão light, quase sem tortura, ops, gordura.

do adfreak

blog cat (opa!)

blogs estão para gatos assim como mulheres estão para chocolate, sabia? pelo menos é que dizem os blogueiros canadenses criadores do 'catmas, a celebration of cat blogging'. para comemorar um software lançado em 3 de outubro de 2003 (uma sexta-feira), eles pensaram em um evento que tivesse a ver, segundo eles, com o clichê de que blogueiros sempre postam fotos de gatos em seus blogs. o título, "post a picture of a cat to your blog day", atraiu a participação de muitos blogs e foi um sucesso. a partir desse dia eles declararam que a primeira sexta-feira de outubro seria, oficialmente, dia de postar fotos de gatinhos em blogs. no ano seguinte, deram um novo nome ao acontecimento, BlogACatMas, e mais pessoas participaram. em 2005, o evento atraiu a atenção de um jornal canadense, o 'globe and mail', que publicou uma matéria intitulada “the truth about cats and blogs”. agora (em 2006), o nome encurtou para 'catmas' e ganhou um domínio na internet, que aceita e publica fotos de gatinhos (nero, gigi, maya, ziggy vão ser prontamente enviados).
este ano a gente ficou de fora, mas em 2007, na primeira sexta-feira de outubro, tamo lá - na verdade, aqui mesmo, comemorando o catmas no papaya. espero!

vou de slide

“a slide is a sculpture that you can travel inside”, foi o que disse o artista alemão carsten höller ao expor sua mais recente obra na tate modern, em londres.
quem visitar a capital inglesa até o dia 9 de abril vai poder tirar vantagem do tobogã que preenche o hall da galeria, servindo como um projeto experimental que pretende investigar os efeitos sobre escorregar. desde ontem, quem passa pelo local é obrigado a pensar em duas questões: qual seria o resultado se os tobogãs fossem parte da nossa rotina, e se eles podem se tornar algo comum na nossa vida e na arquitetura.
surreal ou não, eu adoraria dizer aos meus amigos: encontro vocês no tubo 7; tô saindo agora pra pegar o tobogã.

10.10.06

dança de salão, de cozinha e de banheiro

é o fim das unhas descascadas, da dor na coluna, da pietra encardida. com o mop flops não tem desculpa - é chão sempre limpo e mulher muito bem cuidada

por 10 dólares você ainda ganha um par de pernas torneadas. coloca um som, inventa uma coreografia e reza pra não tomar um chão no banheiro e abrir a cabeça na pia

de luz apagada ou acesa?

mais discreto, singelo e até fino (por que não?) do que a saboneteira já postada anteriormente, engana-se quem pensa que a grande atração desta luminária é o interruptor. a graça toda está na variação da cúpula - com vergonha, meia vergonha ou totalmente sem vergonha.

por 50 libras, você liga e desliga no botãozinho abaixo do umbigo do Mr. P Lamp

suitable for the beach

todo brasileiro que vai à austrália costuma adaptar-se muito bem. dizem que as semelhanças com o nosso país são muitas: clima, galera, praia. mas a lista não pára por aí, não. mesmo com a fama imbatível dos biquínis brasileiros, a terra-dos-cangurus foi além e criou um design pra lá de arrojado. agora, é só chamar a cicarelli pra ser a garota-propaganda da marca, que é sucesso na certa. não sei se vocês repararam e nem posso garantir que foi uma homenagem, mas o biquíni é azul e a modelo tem pulseirinhas nas cores verde e amarela. como as brasileiras-bunda-e-peito vão fazer para colocar os mililitros de silicone nessa tirinha aí? ah, você realmente acha que elas se importam em esconder algo? o lance é mostrar a “marquinha”, né?!
gostou? então aproveita e leva um também. mas vai logo porque disseram que o pano está em falta...

barbieridade

nova york, 9 de março de 1959. foi nesse dia que nasceu a modelo-teenager-sempre-atual barbie. aliás, podemos dizer que a loira-alta-e-magra representou muito bem a moda e o comportamento feminino desde então. corpo de manequim e medidas perfeitas sobre as longas pernas era pouco, afinal o mundo dela sempre foi cor-de-rosa: namorado perfeito, amigos e grana pra comprar carros, mansões, e abrir o negócio que quisesse: de lanchonete a salão de beleza.
porém, se não fossem os anos 80 e a cultura trash, a barbie estaria hoje trocando o salão de beleza por um consultório de cirurgias plásticas e estéticas. não que muitas barbies (leia-se mulheres) não tenham se inspirado na tal. mas então, o que levaria o ícone dos sonhos femininos a mudar radicalmente? sim, amigas. preparem os corações e procurem aceitar que a barbie só quer ter uma vida comum, como a nossa – com direito a cabelos rebeldes, uma cervejinha, aquele cigarrinho e a barriguinha que se ganha com a mesma cervejinha, e a idade. claro, porque mulheres comuns envelhecem.
enfim, este é um assunto longo e pode ser abordado de diversas maneiras. podemos então falar sobre as coroas-pós-45, adeptas ao bronzeamento artificial, à boca artificial, aos olhos artificiais, às pernas artificiais, namoros, amigos, e status: tudo artificialmente produzido. ou então, tentamos entender aquela “amiga” mal-comida, infeliz por natureza, que usa toda a artificialidade para tentar ganhar amigos e acredita que aquele seu emprego artificial é, de fato, algo muito importante. teria ela ganhado uma barbie trash quando criança? analogias à parte (ou não), a evolução da barbie acompanhou os movimentos feministas. resta saber se a nova versão é só uma boneca para adultos, ou se é realmente mais uma representação da época...

6.10.06

(pé)lado


devo admitir que sou preconceituosa com muitos rótulos, entre eles o “auto-ajuda”. mas, tratando-se de categorias de livros, precisei me adaptar ao estilo “superbabá” e confesso que tenho aprendido bastante. não que eu esteja pensando em ter a nina agora. nana-nina-não. na verdade, precisei ler vários títulos sobre educação infantil, e o último que chegou em minhas mãos foi “filhos inteligentes enriquecem sozinhos”, de gustavo cerbasi. o nome dá preguiça, mas foi por causa dele que parei e pensei no meu pezinho de meia (ver depois), afinal a capa traz um pé de tênis de criança, enquanto eu não tenho nada além do meu porquinho, e alguns cds (que não vendo nem morta, não adianta).
depois de folhear o livro, pasmem: entrei no site do serasa, baixei uma planilha de controle de gastos mensais, imprimi um folheto com dicas de como poupar, e decidi que daquele dia em diante, contaria até dez antes de comprar qualquer coisa e lembraria constantemente da sábia dica da xitinha (três x r$ 30 = r$ 100).
segundo meus irmãos, ainda preciso melhorar bastante. mesmo assim, ver que meu saldo fechou no azul, pela primeira vez, foi o suficiente para que eu ficasse orgulhosa de mim e tivesse certeza que a auto-ajuda nem sempre é deprimente.

o que é que a paulicéia tem de baiana?


quer uma dica “quente” sobre um lugar diferente para jantar no fim de semana? que tal um restaurante especializado nas iguarias da bahia? mais que isso: um porão de uma casa simplória nos arredores da bela vista – uma coisa meio “secreta” com o nome de patuá. interessou? então pega o telefone e disca 3115-0513. quando “alguém” atender, é só reservar um horário e avisar o que pretende comer e com quantas pessoas pretende ir – só assim o endereço será divulgado e seu pedido preparado. se primeira impressão fosse realmente tudo, muitos deixariam de provar as delícias oferecidas na “casa da bá”. eu não sou fã dessa culinária, mas assim como a dica quente, amigos garantem a boa gastronomia da casa, indicam o carro-chefe (acarajé), e ainda avisam que por lá, cheque e cartão não entram. comida baiana, né?

5.10.06

the master pro final fight

passando numa rua da lapa hoje, vi um cartaz anunciando um mega evento de vale tudo em alphaville, dia 07 de outubro - é o super challenge!
legal né?

na verdade não achei. o que fisgou meu olhar foi o peito peludo de um dos lutadores. e fiquei pensando se estes esportistas não precisam depilar o pelinhos a mais, como os nadadores fazem...afinal, eles lutam sem camisa e a floresta encaracolada pode atrapalhar o deslizar dos movimentos. não?! mas depois fiquei matutando se a idéia é justamente aumentar o atrito entre os corpos suados e deixar tudo mais exitante. será? ui!

o mais engraçado é que a luta é entre o macaco e o godoi. e sabe quem é o macaco?
pensou no tony ramos versão pouca telha?
não, esse é o godoi.

4.10.06

dia mundial dos animais

é hoje. tem muita gente que acha que eles devem ser deixados para lá porque, afinal, há muitas crianças na rua precisando de ajuda e ninguém liga. nada a ver. pensamento típico de quem não gosta de animais. e apesar de respeitar, num dá para entender. ainda mais vendo uma foto como esta...num é para morrer de amor?

as coisinhas mais fofas do planeta

quem não tem não entende, e só quem tem sabe porque os amamos tanto....quer saber do que estou falando? clique aqui

3.10.06

os animais e a moda

ontem vi na tv umas manifestantes do peta (ou da peta?) invadindo uma loja do jean-paul gaultier em paris. elas sujaram de vermelho toda a vitrine para protestar contra o uso de pele de animais na coleção. deu dó da faxineira da maison.

só que, para surpresa das loucas por animais, o estilista se redimiu no dia seguinte. mostrou que gosta, sim, dos bichinhos, se preocupa com eles e inclusive os ajuda financeiramente.

olha a baleia branca que ele colocou no desfile.

luxo e requinte direto do fundo do mar.

29.9.06

o que é tudo na vida de uma modelo?

enfiar o dedo na garganta após a refeições?

não, cocaína.

pelo menos no caso da kate moss. ela sempre foi requisitada mas depois que foi pega com a narina cheia de farinha seu passe subiu. olhando a última vogue americana contei sete anúncios com aquele rosto deslumbrante: louis vuitton, burberry (foto), bulgary, versace, calvin klein, belstaff e longchamp.

luxo plus!

na mesma edição está gisele, em três anúncios. tadinha, precisa comer muito arroz e feijão (com farinha, if you know what i mean) para chegar lá.

20.9.06

gatos transgênicos

quem tem rinite alérgica sabe o quanto é duro ter um gatinho. mesmo os de pêlo curto soltam tufinhos a toda hora, onde quer que passem. e o lance é se deixar levar pela paixão pelo bichano e sublimar a crise de espirros. a não ser que você seja um babaca norte-americano (o que é um pleonasmo) e compre um gato geneticamente alterado para não causar alergia. é o que vende a pet shop allerca: gatos hipoalergênicos, assim como os cosméticos da clinique.
pela módica quantia de US$3,950, você compra um gatinho com alteração no gene fel d1, que impede a produção de uma proteína secretada pele pele (e produzida pela saliva) responsável pela irritação nos olhos, coceira e vermelhidão cutânea em humanos (é um gato hipoproteico, assim como algumas dietas).
por US$ 6.950 (cerca de R$ 14.900,00 + taxa de entrega) é possível ter um gato da allerca no brasil. e acredito que por aqui haja mercado pra esses pobres gatinhos industrializados por essa empresa nazi.

18.9.06

lá ra ri lá lá

domingão cheguei na casa dos meus pais para almoçar.
e meu pai, que é da geração dos ouvintes de rádio de pilha, me contou uma super novidade:

"bigudin, redescobri a rádio scalla. que maravilha. que delícia ficar ouvindo aquelas músicas", disse, entusiasmadíssimo, seu zé carlos.

e sabe com que fundo musical isso foi dito? la isla bonita, hit da madonna, no melhor estilo sax e teclado.

depois vieram hey jude (bealtles), strani amore (laura pauzini) e follow you follow me (genesis). um barato.

sintoniza lá (92,5 fm), coloque o radinho de pilha na orelha e relaxe....ou dê boas risadas com as versões.

palavra de mãe

na reportagem da veja sobre o assassinato do gambé-político pilantra-assassino de presidiários coronel ubiratan, o que mais me chamou atenção foi o comentário da mãe da advogada suspeita do crime. ela soltou uma pérola sobre o relacionamento dos dois. mesmo sabendo que a frase deve ter sido super editada, vale a pena ler:

"os dois tínham níveis muito diferentes. carla é advogada, fala cinco línguas e morou na europa. o coronel não sabia nem combinar o cinto com o sapato. não tinha a menor classe", disse a fofa senhora e consultora de estilo, liliana prinzivalli, mãe de carla cepolina.

este crime também me fez pensar no que levaria duas mulheres a disputar um cabra desses. seria o tamanho do cassetete ou a falta de oferta no mercado mesmo?

15.9.06

conduzindo miss daisy

depois de andar 6,2km a pé sob um sol escaldante (trajando calça jeans e sapatilha), lembrei de um fato que aconteceu há alguns anos, na vila madalena.

saindo da rua delfina, pronta para pegar a rua purpurina (super íngreme), sou abordada por uma velhinha de bengala que me pede carona para subir a ladeira. confesso que fiquei ressabiada e com um certo medo de levar uma surra de bengaladas. mas ela era uma fofa e deu tudo certo.

hoje, nos 800m restantes (e de subida) da minha peregrinação, pensei em pedir pra um motoboy uma carona também. mas vai que ele não pára a motoca... e aí eu, sem bengala nem nada, faço o que?

(e à minha pergunta cabe apenas uma resposta: "leva uma surra de benga")

que baixaria...

hidrocarboníííííííto

tenho procurado me politizar, ficar menos alienada. mas o que posso fazer se, em muitos casos, minha atenção é desviada para os detalhes e não para os fatos da notícia?

olha a diagramação do ministro dos hidrocarbonetos da bolívia, andrés soliz. animado é ainda pior - a boca e o jeito de falar são surreais. deve ter algum videozinho ótemo no youtube

duvido que o presidente do brasil - finíssimo - não tenha feito algum comentário do tipo "aquele boca de caçapa quer
nacionalizar a petrobrás" ou "aquele cara de macaco quer f... nosso gás"

né?

12.9.06

abaixo de zero

em algumas bocas e situações é até aceitável, mas ouvir palavrões de toda espécie (até boceta, urgh!), o dia todo de uma diretora de redação (com mais de 40 e mãe de 2 filhos) é, no mínimo disgusting, e sem nível total (se incomodou a mim, boca suja assumida, imagina como a coisa não é feia...)
então pensei que não quero ser parecida com ela nem no branco do olho. e decidi pelo menos maneirar em 90% do meu palavreado. como é difícil (e na tentativa de me corrigir já falei o lamentável "legal pra caçamba") vou fazer uma listinha de opções às palavras chulas que costumo dizer (e vou ter que escrevê-las aqui, por motivo óbvio, mas que isso fique bem claro, porque não quero ser parecida com ela nem no número de dedos do pé)

enfim, a lista (que na hora foge à mente)

vai se foder: vai se ferrar ou vai se danar
vai tomar no cu: vai tomar suco de caju
é bom pra caralho: é muito bom
caralho!: caramba!
tô fodida: tô frita ou tô lascada (nossa, meda)
é foda: é difícil (vixe...)

são esses que falo mais. os mais leves (tipo merda) não podem ser considerados palavrão e devem ser falados a fim de que não ser vire freira ou nerd.

a lista me pareceu bem óbvia e sem graça - difícil, por isso, de ser respeitada. vou pensar em trocas mais interessantes e, claro, estou abertíssima a sugestões.

5.9.06

testEMO





diretamente do blog da chiquinha, quadrinho-teste-cores-indicado-pela-lôla...

tragicomédia nas lentes da câmAra

O irreverente clodovil hernandes deu entrevista tomando champanhe e disse: 'acho que as pessoas olham para mim e pensam: 'quem é esse viado para se meter com política'? além disso, frases como 'vocês acham que eu sou passivo? pisa no meu calo para você ver...'; 'brasília nunca mais será a mesma; palavra de homem', fazem parte da divulgação irônica do costureiro.





outra belezinha é a drag queen e militante assídua da causa gay salete campari. seu nome de batismo é francisco sales rodrigues, 37. a drag queen afirma que, caso eleita, irá para a assembléia "montada" (jargão do mundo gay que significa vestida de mulher). "já vivo esse personagem há 19 anos e sinto que as pessoas me respeitam mais quando estou montada. O francisco é tímido, fraco. a salete é decidida e forte, e é de gente assim que a política precisa. você não é obrigado a gostar de mim, mas tem obrigação de me respeitar. temos de aprender a conviver com o diferente", declarou a candidata, que afirma não querer apenas representar o público glbt.


e o show não pára. tem ainda frank aguiar, mari, a ex-bbb e o coxinha aqui do lado.
alan do polegar (nome na urna eletrônica), candidato pelo pp, está firme (e botocado, tenho certeza) na campanha. médico oftalmologista, ex-tenente da aeronáutica e pai de dois filhos, como faz questão de frisar, diz que a fama o tem ajudado a 'fazer uma campanha barata e limpa'. 'o polegar é bastante conhecido. temos fã-clubes até hoje, com mais de dez mil integrantes', afirma o ex-tecladista alan da "boy band" polegar.

4.9.06

diálogo surreal no busão














cobrador: mano, você sabe se tem formiga na paulista?
motorista: sei lá. formiga? deve tê, mano.
cobrador: e como é que elas vive com uma pá de gente passando por cima?
motorista: sei lá. elas deve ficá andando pela sarjeta, mano.
cobrador: na sarjeta num dá...quando chove inunda o bagulho e elas morre.
motorista: elas deve então ficá andando na guia.
cobrador: na guia? coitadas mano... se pegá uns motorista come guia que nem você, elas tão ferrada.

'comédia romântica gastronômica existencial'

quando as luzes acenderam, fiquei imaginando a cara daqueles senhores e senhoras durante as várias cenas de sexo explícito do filme recém acabado da sessão das 17h no reserva cultural. o que pelo menos eu imaginava ser uma comédia musical, foi mais do que cenas hilárias (principalmente as musicais).
eu gostei e não foi pouco do filme 'o sabor da melancia'. e não saberia descrever melhor do que o que está aqui no omelete.
e, justamente por isso, vou chupar (e aqui cabe exatamente esse termo) algumas partes do que eles escreveram.

"uma atriz pornô vestida de enfermeira atravessa um corredor com uma melancia nos braços. a fruta - descobrimos logo em seguida, nas cenas que abrem ‘o sabor da melancia’ (tian bian yi duo yun, 2005) - é objeto de cena. deitada sobre lençol branco, ela coloca meia melancia no meio das pernas abertas. o ‘doutor’ se aproxima. lambe a fruta. apalpa a polpa. cavuca a melancia. a mulher geme. é o clímax. ele enfia pedaços bem vermelhos na boca dela. o sumo lhe escorre pela cara saciada.
é importante começar assim, pela metáfora pornográfica, a falar do novo filme do malaio tsai ming-liang. não é sessão para qualquer um. e se eu partisse classificando-o como um musical pornô kitsch, também não ajudaria muito. se a descrição da cena acima lhe incomodou, desculpe - era preciso dividir um pouco da experiência visual para tentar explicar, com palavras que serão sempre insuficientes, o que é essa obra-prima de som e imagem que se chama ‘o sabor da melancia’."

1.9.06

belezinhas clariceanas

'arranjar marido'
'receita de casamento'
'beleza para seduzir'
'seja irresistível - aulinha de sedução'
'mãos... detalhe da beleza'
'ser bonita em qualquer idade'

são alguns dos títulos que clarice lispector deu para suas colunas nos jornais 'comício', 'correio da manhã' e 'diário da noite', nas décadas de 50 e 60. ela já era a escritora famosa e reconhecida que é hoje e aceitou, por precisar do dinheiro, escrever assunto de mulherzinha - sempre sob pseudônimos.

já faz um mês que 'correio feminino', (a coletânea desses textos) foi lançado, mas só agora recebi o meu. e digo uma coisa: se eu pudesse usar pseudônimo, talvez não achasse tão ruim (e até me diverstisse) escrever sobre esses assuntinhos. usaria o mesmo tom de clarice - que se não é de deboche, juro, parece ser.

31.8.06

piada: o acusado

um homem foi levado perante o juiz e acusado de necrofilia, por ter feito sexo com um cadáver feminino. o juiz começou: "em 20 anos de magistratura, nunca ouvi uma coisa tão nojenta e imoral. dê-me uma única razão para eu não pô-lo na cadeia e jogar fora a chave!". o homem se defendeu: "não vou lhe dar uma, mas três boas razões. primeiro, não é da sua conta; segundo, ela era minha esposa; e terceiro, eu não sabia que ela estava morta... ela sempre agia assim !!!!!!!!!!!"
hihihihi

acharaaaaaaammm

o grito, de edvard munch, roubado em 2004, na noruerga.

30.8.06

revolução industrial

foto da minha mesa de trabalho.

em 1997?

não, em 2006 mesmo.

(é que a maria fumaça demora a chegar por aqui)

a mulher de 30 (e um)

decidi que vou escrever um livro:

'2006, o ano em que minha bunda caiu'




(pela cara de desolação, a nega aí do lado teve a mesma idéia literária)

29.8.06

ti fofurinhas

navegando pelo site daily kitten, vi um link, entrei e me deparei com isso aí. o berçário dos sonhos. cheio de pandinhas!!! eu só precisava de um minuto ali dentro.

o site é tipo o cuteoverload, tão fofo quanto e o nome não poderia ser melhor: things that make you go aahh...

28.8.06

diálogo do dia


moça 1: nossa você emagreceu bastante né?!

moça 2: vc acha?

moça 1: pra caramba! quanto você tá calçando?

25.8.06

ilustre!


natalie dee, martha rich, kurt halsey, adrian johnson, alex dukal, sam brown, james jean, joe sorren, jon burgerman, luke, mark ryden, robert lindstrom, kate, tara mcpherson e todos os desenhistas, artistas ou ilustradores (como preferem ser chamados): me encantam de tanto talento, expressões, sensibilidade. quando eu tiver um tempinho, vou me dedicar aos desenhos. ainda que sem habilidade, vou mesmo me preocupar em soltar a imaginação, a criatividade, os sentimentos. não tem como ver o que eles fazem sem achar simplesmente genial!

24.8.06

nova revista feminina

mais a torto que a direito

errado (e aqui cabe o trocadilho infame), mas eu já fiz direito. a faculdade, eu digo. e estagiei numa empresa pública. lá, tive uma chefe que era um primor - não gostava de trabalhar e passava o dia passeando e comprando bugigangas na rua são bento e adjacências. além disso, ela chamava a mim e a uma outra estagiária para conversar sobre amenidades. nesses papos, soltava palavras e frases também primorosas. eis algumas delas (lamento por não ter escrito e guardado todas):

- a roupa era era "chinfrinha"
- a comida estava "sonsa"
- pegue o processo no "clichê"

nada que lembre minha situação atual, que fique claro

sabonete (quase) líquido

versão para gays (ou para mulheres, vai saber) do porta shampoo em forma de teta.
não sei as outras, mas eu não curto esse abdôme cheio de músculos, essa pose de sou sexy e essa virilha depilada. definitivamente para gays.

isso me lembrou uma máxima (no caso, uma mínima): de que adianta ter um tanquinho se a torneirinha é pequena?

hehe