30.11.08

XÔZ-CHEEZE-BURGERZ

porque amanhã é segunda e falta um mês pra 2009. e assim eu começo minhas promessas de ser uma pessoa melhor no ano que vem. a foto incrível é de uma série fantástica feita por um cara que só faz coisa legal. muuuito legal.

INSIDE NEWSROOM

já viu a redação da nylon? diretamente de soho, new york city, o editor marvin jarrett mostra para você.

SESSION WEST

a jam californiana aí de cima me pegou. porque little joy com amarante, fabrizio dos strokes e binki... tá foda.

JOGO DO AMARELINHO


um yves saint laurent perfeito para um domingo de sol

29.11.08

DAS CONJUNÇÕES COORDENATIVAS





i love you but, the project
você certamente vai encontrar um que tenha a ver com você

AFRODESCENTE IS THE NEW BLACK


melindres politicamente corretos são um pé no saco e daqui a pouco não vou poder chamar nenhum amigo de negão ou de bee com medo de ser presa.

a isa me contou hoje um fato que aconteceu com ela no trabalho. tinha dois pedaços de bolo em cima da mesa, um branco, outro de chocolate. ela chegou pro dono dos bolos e disse: deixa o negão pra mim? o cara disse, ofendido: negão é papagaio de coveiro. e ela, chocada, respondeu: eu tava falando do bolo...

como sou amiga dela e quero evitar que ela passe por momentos de constrangimento na firma, aconselhei: da próxima vez diga: deixa o afrodescendente pra mim?

sim, porque eu não tenho cabelo ruim. ele é afro difícil.

ADIDAS

COLLECTION TATTOO HEART




















cada um faz o que pode. a gucci lançou uma linda coleção, inpirada naqueles desenhos old school, com corações, estrelinhas, flores...tudo para ajudar crianças com aids. 25% do valor de cada comprinha vai para a unicef. a porta-voz da campanha é a cantora rihanna. e eu, que não tenho dinheiro para nada da gucci, prometo ligar no próximo criança esperança.


BJ

o calendário do post abaixo foi clicado por terry richardson. assim como essa campanha da vodka belvedere que sugere um finíssimo (sem trocadilho) blow job. é que se é pra fazer, que seja com luxo. muito.
*
(hmmm, será que o vaticano não pensa em chamar terry pra fotografar o calendário 2010?)

LA CHATTE





















capa do calendário 2009 da vogue paris, edição de dezembro, inspirado nas pin ups. as roupitchas e os sapatos são da louis vuitton. e na capa da revista está stéphanie di monaco.

j´aime.

JUBILEE

lindo, lindo de morrer. clique aqui, vai.

FARINHA DO MESMO SACO

paul gondry para a banda the willowz - take a look around... (é o nome da música).

BE KIND, REWIND

dois amigos apagam, por acidente, o conteúdo de todas as fitas de vídeo da locadora em que trabalham e resolvem refilmar algumas das obras, com a ajuda dos moradores do bairro. esta é a sinopse do filme ‘rebobine, por favor’, que esteve na 32ª mostra internacional de cinema e estréia oficialmente no dia 12/12. o novo filme do diretor michel gondry (de ‘brilho eterno de uma mente sem lembranças’) é o mote de ‘rebobine, por favor – a exposição’, que começa terça (2), no mis, após ter passado pela galeria moderninha deitch, no soho, em nova york. na exposição, você poderá, como os personagens da comédia, filmar a sua própria obra, em 13 cenários e com dicas de direção do cineasta – que estará aqui hoje (28) na abertura para convidados. “é um projeto pessoal de gondry. foi depois do filme que ele passou a defender com mais entusiasmo o conceito de criação coletiva”, diz lia vissotto, diretora da cinemmon label, responsável por trazer a mostra ao país. no mis, além dos cenários (um quarto, uma floresta, um bar e mais 10 espaços), uma câmera ficará disponível para cada grupo de seis visitantes. quem quiser participar tem de se inscrever para um workshop no site www.rebobineporfavorexposicao.com.br. feito isso, você e seus amigos serão os diretores, roteiristas e os personagens. “a idéia é que tudo não passe de uma grande diversão”, diz lia. todo o processo dura três horas. mas você só começa a filmar depois de aprender com os monitores as dicas de gondry – que incluem como criar o título, o enredo e os cenários. se você não quiser brincar de cineasta, pode apenas passear pela ‘cidade cinematográfica’ e ver os filmes dos outros. mas seria um desperdício. para gondry, “os melhores filmes são os que a gente inventa”. será?

*texto meu publicado originalmente no guia do estado, 28/11. e na coletiva que teve hoje no mis, gondry foi mesmo brilhante. falou sobre as idéias simples, as controvérsias e os problemas que tem com a publicidade, o modo como hollywood o aborda e muito mais. ah, também falou do comic book que está fazendo com seu filho e que deve virar uma animação. falando em filho, o moleque tem 16 anos e já tá bem, viu? o próximo post é dedicado a ele: sobre um clipe que fez. animal.

27.11.08

OMG


ok, eu tô super ultrapassada - mas é que eu não sou do métier, definitivamente. semana passada, encontrei a sigla milf num blog. milf: mothers i'd like to fuck (american pie, 1999).

hoje, na legenda do filminho feito na agência de publicidade (post abaixo), me deparo com nsfw. não vou dizer o que é. procura no google. mas tem de ser primeiro no google images, especialmente se estiver no trabalho.

ALÔ, ALÔ


"acabamos de ver o vídeo do casal fazendo sexo numa agência de propaganda. muitas pessoas estão dizendo que o vídeo é verdadeiro, outras dizem que é um viral. o fato é que ficamos chocados. porque em todas as agências de propaganda em que trabalhamos até hoje, sempre se trepou melhor do que aquilo. assina o pessoal da criaçao da wbrasil".
*
post fantástico enviado pro bluebus hoje. e um dos motivos pelos quais eu queria mesmo era ser publicitária.

Ô LÁ EM CASA


e depois de anos, enrolations e até bankruptcy saiu pela bei o livro do isay weinfeld com projeto gráfico do roberto cippola. cento e sessenta pila. vale cada centavo.

ALL OVER AGAIN

das melhores coisas que acontecem na vida. das trilhas sonoras de grandes paixões. das conversas mais gostosas do mundo. das cervejas mais geladas. das viagens pra praias selvagens. de quatro músicas e uma memória sonora que fazem você pensar que quer exatamente aquilo, tudo de novo, nove anos depois. só que com outra pessoa (of course, my horse).

itamar assumpção e as orquídeas do brasil. bicho de 7 cabeças vol.II
3. ciúme do perfume
8. a tua boca
11. ai que vontade
15. parece que bebe

AAAA

DESASSINE VEJA

AI, SANTA

primeiro eu li na bergamo que uma revista de arte seria lançada. faltei, não pude ir. e não encontrei a bendita em qualquer livraria. pior que isso. na cultura e na fnac os atendentes nem sabem que ela existe. passou. mas não saiu da minha cabeça. procurei site, blog, flickr e nada. santa art magazine não existe na blogosfera. então li depois que a segunda edição do produto trimestral seria lançada na livraria da vila do shopping cidade jardim. numa terça, o que é impossível para mim. santa paciência. esta semana eu liguei na fradique, fiz ponto na lorena, encomendei a maldita e agora tô viciada nessa galeria-revista. as fotos são lindas, a arte é linda e a segunda edição superou e muito a primeira. na capa, vik muniz. dentro, ensaios que fizeram meus olhos se encherem, como as séries de isabel garcia, vicente de mello, felipe barbosa e felipe hellmeister (que está também no prêmio porto seguro). agora, me diz: por que raios uma revista de arte não tem site? apesar de estar bem feliz com o resultado que vi, isso vai contra a própria cultura contemporânea. por piedade, santa, entra na rede!

TRANSUBSTANCIAÇÃO



o fim do mundo: calendário lançado pelo vaticano com padres bonitos e jovens, escolhidos a dedo (sim, com muuuuuuuuito trocadilho).

26.11.08

SELF IMPROVEMENT


RAPUNZEL

we heart it

CUMMINGS


i like my body when it is with your
body. it is so quite new a thing.
muscles better and nerves more.
i like your body. i like what it does,
i like its hows. i like to feel the spine
of your body and its bones, and the trembling
-firm-smooth ness and which i will
again and again and again
kiss, i like kissing this and that of you,
i like, slowly stroking the, shocking fuzz
of your electric fur, and what-is-it comes
over parting flesh … . and eyes big love-crumbs,
and possibly i like the thrill
of under me you so quite new.

e.e. cummings

BOTH




LIGAS


edita vilkeviciute na numéro toyko - set 08

VAI NA FÉ

keith haring com 'ten commandments', na galeria mais legal e longe de você. blé.

A GENTE PODIA TER ESCRITO ESSE LIVRO

eu (mais ou menos) explico o título altamente pretensioso: esse livro incrível é todo em forma de rimas bizzarrinhas e engraçadas. só que pra criança. se não fosse tão fininho pro valor (r$35) eu teria comprado djá. mas vale o preço, eu que tô muquirana. é que trabalhar do lado da livraria da vila requer alta dose de controle.

25.11.08

OLHINHOS DE GENTE


CHAPADO


SUPINO

VERÃO 2


VERÃO 1


ginástica? drenagem? dieta? nã nã ni nã não. la solución!

BRANGELINA





A MULHER CINZA

clara identificou a mulher com facilidade. o olhar pétreo a fitava ao mesmo tempo em que procurava, desconfortavelmente, ignorá-la. a pele, cinza, combinava com a boca dura, os dentes escuros, o sorriso forçado. o rosto expressava uma coisa, a mulher falava outra e clara lia sem dificuldades palavras que não eram ditas. a pouca inteligência da mulher a entregava em cada gesto falsamente cortês. e a tez manchada, enrugada demais para a idade de menos, expunha uma amargura medíocre. seu vício excessivo fez clara parar de fumar - não queria afinidades com aquela mulher, não queria encontros ou conversas casuais. clara sabia que a mulher era leviana, que maldizia a vida; a sua, com um prazer característico dos que são invejosos; a própria, por excesso de desprazer.
mas o que a mulher não percebia é que sua fumaça e sua maldade impregnavam o ar tanto quanto a si mesma. e, cada vez mais, a mulher acinzentava por dentro e por fora. enegrecia.
um dia, a mulher não apareceu. dizem que escureceu tão completamente que, à noite, sumiu. a noite a levou.
mas clara já estava longe.


REPLICANT

'the cripple', de john currin, na versão de julianne moore pra harper's bazaar.
(meu currin preferido, que fica no meu hall social, é 'the bra shop', o dos peitões - hehe)

COMO UMA LUVA

"há lutas que são inglórias, porque as pessoas pretendem destruir umas às outras. há lutas que são criativas, porque apesar de as pessoas envolvidas sustentarem diferenças há, no entanto, uma vontade única, a de criar."

o touro no quiroga de hoje.

24.11.08

A MINHA. OUTRA


A LISTA DO HAROLDO



WHEN EGGS TURNED INTO CURRY

stacy: our relationship’s like an addiction. it’s like…
house: really good drugs?
stacy: no, it’s like vindaloo curry
house: okay, sure
stacy: really, really hot indian curry they make with red chili pepers
house: i know what it is. didn’t think it was addictive
stacy: you’re abrasive and annoying, and you come on way too strong. like vindaloo curry. and when you’re crazy about curry, that’s fine. but no matter how much you love curry, you have too much of it, it takes the roof of your mouth off. and then you never want to see curry for a really, really long time. but you wake up one day and you think 'god, i really miss curry'

(you know what woody allen said about relationships? irrational and crazy, but we go through it all because...)

ESPELHO