7.6.09

PORQUE A PALAVRA NÃO ESTÁ PERDIDA



sexta-feira passada, foi a primeira vez que assisti à série adolescente 'tudo o que é sólido pode derreter', da tv cultura. não sei se foi sorte, se é sempre assim, mas o fato é que o episódio era em si um poema. e não apenas porque tratava deles. explico.

chama-se 'quadrilha', em referência direta ao poema de drummond. começa com a galera da escola esperando o ônibus que os levará para uma viagem de fim de semana. é também aniversário de thereza, a protagonista e marcos, seu melhor amigo, diz a ela que está sem dinheiro para comprar seu presente de aniversário e que quer dar algo tão especial quanto o que recebeu dela. no ônibus, sentados lado a lado, marcos dorme enquanto thereza recebe, sem perceber, um bilhete anônimo com uma poesia de drummond. acorda o amigo, lê o verso para ele, que se faz de desentendido - ''vai ver estão te zoando. no decorrer da viagem, thereza observa todos os meninos em busca de dicas do autor do bilhete. e descobre que joão, que também recebeu uma poesia anônima, quer lhe falar alguma coisa. acontecem vários outros fatos que deixam dúvida sobre a autoria do poema. será que marcos está apaixonado por ela? na festa junina da última noite, marcos não comparece. até que joão e thereza recebem, cada um, um correio elegante de marcos pedindo que o encontrem num determinado lugar. mas marcos não comparece em pessoa - deixa um outro bilhete, só para thereza, em que está escrito um outro poema de drummond, na verdade, só a primeira frase "joão que amava teresa". esse é meu presente de aniversário'. era o que joão ia dizer pra thereza no dia anterior. e ela então lhe tasca um mega beijo. 


eu fiquei impressionada com o roteiro. lindo e romântico sem ser brega; uma linguagem que não imbeciliza o adolescente; nada politicamente correto (em um dado momento, thereza dá um beijo na boca de marcos, só por diversão); sem estereótipos forçados. e com poemas de drummond

2 comentários:

Anônimo disse...

Que legal, não sabia q a Tv Cultura estava exibindo séries nacionais, nem q poderia assistir pela internet.

disse...

outro dia vi um episódio sobre os lusíadas. um arraso.