23.12.11

DO QUE VAI E DO QUE FICA


Esta semana, em três dias, quebraram-se vidros de dois quadros meus. Claro que pensei que era energia ruim que estava indo embora. E pensei, também, na melhor metáfora que este ano poderia ganhar:

"Vão-se os vidros, ficam as gravuras".

Em se considerando arte como essência, apropriado est.

[amor fati. amor <3]

6 comentários:

nana tucci disse...

total foi energia ruim indo embora (e tudo o mais que vc quer que vá!)
sempre considero coisas quebradas sinal de sorte...copo quebrado, vaso quebrado, quadro quebrado..viva, viva!

Isabela disse...

né? ;-))

Anônimo disse...

sua letra é linda. ponto.

Isabela disse...

hahahaha Ive, figura! Agradeço mas no concuerdo ;-P

[vamos dar logo um jeito nesse anonimato blogosférico!]

caso.me.esqueçam disse...

o gari agradece essa embalagem ;)

Isabela disse...

pois é, o menino que tira o lixo aqui no prédio não tem culpa da minha urucubaca, né? ;-P