26.4.12

DA MÚSICA QUE, QUANDO OUÇO, ACREDITO QUE SOU PRA SEMPRE FELIZ


É, na verdade, um mantra musicado. Que me tocou de uma forma inexplicável logo na primeira vez que ouvi, sábado passado, ao vivo. E sem parar desde lá. Mas, infelizmente, essa específica versão - e tem que ser essa, nem o autor da música faz tão absurdamente lindo - não existe para compartilhamento.

Om Namo Narayanaya.

Então fui procurar o significado do mantra pra entender o que (e por que) ele falava tão em linha reta pro meu coração.

Narayana é a chama interior que arde o Hrit Padma, o centro sagrado, o chacra secreto de oito pétalas, localizado dois dedos abaixo do chacra cardíaco. E SÓ SE MANIFESTA DE ACORDO COM A DEVOÇÃO DA PESSOA.

Eu saúdo Narayana.

E agradeço por manifestar em mim. Porque só existe devoção com muita disciplina - física, mental, espiritual. E tudo isso no quase caos do dia a dia. Não que eu não queira passar um tempo num ashram, aqui e na Índia -, pelo contrário, essa é a ordem mais do que natural no meu caminho. Mas o retiro não é o todo. E o todo é o desafio.

Nenhum comentário: