21.7.12

FLOWER FRIDAY







As mandalas acima (mandalas feitas de flores, quer coisa mais linda?) fazem parte de um trabalho da artista Kathy Klein chamado Danmala. Olha só:



"Kathy Klein is a devout lover of plants, animals, people and the divine presence within all. She creates the danmalas by first centering herself in a meditative devotional space. Next she gathers flowers and natural objects while her mind is kept in mantra, resting in the immaterial. Then, through an act of grace and giving to all, she allows the materials to fall the will of creation patterns. Her inspiration is given from the golden sound residing within perfect silence. They are reflections of the inexpressible, a gesture which points towards life's abundance, an unspoken verse of Love. The danmalas remind us all to listen to the unheard voice of nature, creation, and the eternal mystery."

***

(Eu fiz esse post ontem, sexta, mas deu um erro no computador que eu tava usando e tive que repostar hoje. Por isso o título.)

16.7.12

EM 3, 2, 1...



Em um de seus ensaios, Jonathan Franzen diz que só podemos ser amados se mostrarmos como somos. Que, fora isso, é tudo virtual - você vai ser "curtido", não amado.

***

Não que a decisão de ficar cada vez mais off line precise de chancela (se precisar, meio que nem faz sentido). Mas encontrar várias frases, justamente do escritor que você está lendo, bem quando seu cansaço do mundo virtual está chegando ao limite tem algo de reconfortante.

Ou seria lisonjeiro?

[ai, ego, seu mardito, te boto pra correr]

Repensando: É, na verdade - e usando uma palavra que o Prem Baba usa muito - AUSPICIOSO!

15.7.12

OM GAM GANAPATAYE NAMAHA



O mantra Om Gam Ganapataye Namaha é uma invocação a Ganapati (outro nome de Ganesha) e significa 'Om e saudações àquele que remove obstáculos do qual Gam é o som seminal'.

É o que diz aqui.

Na versão do Chandra, o mantra só começa no 3:10 mas a música inteira é linda.

13.7.12

SIM, EU ROUBEI O POST ALHEIO


Mas como é que eu não vou roubar uma frase que fala tanto a minha língua quando, no momento, me sinto tão estrangeira e estranha e descabida?

[alguém que se comunica com você por meio de outro - mesmo que nem eles saibam disso - te diz que vale a pena continuar a caminhada nessa trilha que só fica visível depois que você passou por ela]

[oh, quanta angústia]

Obrigada, Nana!

9.7.12

LAS MUJERES DE CALAMA





Viúvas, mães e irmãs de presos políticos desaparecidos do Chile durante a ditadura Pinochet, as Mulheres de Calama percorrem, até hoje - embora o grupo esteja cada vez menor - as areias infinitas do deserto do Atacama em busca dos corpos (ossos) dos seus familiares. Numa esperança incessante.
Eu nunca tinha ouvido falar delas até assistir ontem, na Cinemateca, o documentário Nostalgia da Luz, do cineasta chileno Patrizio Guzmán. Uma pequena obra prima que encontra um denominador comum entre a ditadura, a astronomia e a arqueologia: o passado. É lindo demais.

O filme tem muitos pontos interessantes, muitos. As Mulheres de Calama talvez tenham me chamado mais a atenção porque, apesar de serem a versão chilena das mães da praça de maio argentinas, são praticamente invisíveis ao mundo. Tanto que mesmo no google quase não há registros sobre elas.

DAS ETIMOLOGIAS AMOROSAS


Dei pra Rita um papelzinho (que levava havia meses na carteira) com as três letras hebraicas correspondentes a amor incondicional. Rita então lembrou que uma amiga tatuou há pouco, nas costas - e também em hebraico - a palavra coragem. "Porque coragem é 'agir com o coração'".

Achei lindo.

Ó: "Do latim coraticum (cor + -atĭcum): associação entre a palavra latina cor, que tem como um dos significados a palavra coração, e o sufixo latino -atĭcum, usado para indicar a ação da palavra que o precede."

Lindo também é o significado de 'concordar': como o prefixo CON significa JUNTO, pessoas que concordam com algo estão com os corações juntos.

E porque o coração já foi considerado a sede do conhecimento no corpo humano surgiu a expressão  "saber de cor", que em inglês é "to know by heart".

[yeap, é muito amor]