25.11.12

LAMINGTONS, A VERSÃO AUSTRALIANA DO NOSSO BOLO PELÉ (PORQUE NÃO É O CONTRÁRIO!)



Depois que desisti (pra me arrepender mortalmente pra sempre) de ir pra Paúba ontem de manhã, passei a tarde caçando alguma coisa que me fizesse fugir da auto-flagelação. Sem sucesso. Assisti 007 Contra Goldeneye (tenho vergonha de admitir mas Pierce Brosnan é meu Bond predileto) e browseava na internet quando achei o tumblr da Philippa Rice. Lindo, cheio de ilustras e coisas bacaninhas, ideias gostosas, meio infantil meio fofo, fiquei fixada. E só parei quando apareceu a foto de um bolo de chocolate com coco. Mas não qualquer um. 

Era o bolo de aniversário da minha infância, o que as mães mandavam pra escola cortado em pedaços, um a um embrulhados em papel alumínio. Molhadinho, envolto em coco. Vou fazer esse bolo AGORA, pensei. Assim como pensei que seria fácil achar a receita na internet. 

Mas não. 

Não era um clássico, como eu imaginava. Tentei vários tipos de busca e tudo que eu achava parecia meio truque. Lembrei que no tumblr da Phillipa havia um nome na legenda da foto: lamingtons. Hmmm. Outra busca e fiquei sabendo que era uma sobremesa tradicional na Austrália mas nenhuma receita australiana me convenceu. O bolo dos aniversários da minha infância não tinha nada a ver com aquilo. Fui pra cozinha. E fiz um Nega Maluca. 

Nunca tente fazer um bolo contrariada. Claro que ficou ruim. 

[e claro que eu comi metade e jantei bolo. se o dia já tá todo torto, massa crua e bolo quente. descem que nem manjar]

Mas então que hoje fui almoçar na casa de uma tia que fazia bolos deliciosos quando eu era criança. E nem precisei me esmerar na descrição pra que ela dissesse: o bolo Pelé! Abriu o armário, pegou o caderno e achou a receita entre umas folhas soltas. Escrita à mão, em detalhes, do pão de ló ao papel alumínio.

Talvez ainda chegue o dia em que não exista mais caderno, letra cursiva e lembrança palpável. Nem um doce cafona chamado Strogonoff de Chocolate cuja receita leva a frase "Levar à compoteira". 

Esse dia vai ser triste.


[ao bolo pelé. here i go]

5 comentários:

Amanda disse...

Gente, um bolo que leva duas latas de leite condensado e três de creme de leite: isso é que é não economizar nas calorias! (não que eu fique contando as calorias).

Ficou bom?

Isabela Mena disse...

hahahaha né? é muito bomba calórica das antigas! mas esse é o strogonoff de chocolate, que tava junto com as folhas soltas do caderno de receitas da minha tia. o que eu vou fazer é o bolo pelé - que é light perto desse doce! eu conto depois e publico a receita :-)

nana tucci disse...

ao bolo pelé!!!!

Isabela Mena disse...

Noooossa, imagina o SEU bolo pelé, Nanita! Matador! Te mandando a receita djá por email!

lola disse...

bela, esse bolo pele eu achei que era aquele de massa preta com recheio branco cremoso de coco. acho que vou tentar no natal. a receita secreta la de casa eh.....torta de frango de liquidificador hheuehuehe. acho que vou roubar o caderno da minha mae em abril. beijos